Menu

Sem categoria

FEBRE AMARELA Cuide-se, vacine!

17
mar
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

Desde os primeiros dias de 2017, temos acompanhado as notícias sobre um recente surto de febre amarela no país. A doença atinge, principalmente, o nosso estado. Só Minas Gerais já registrou mais de 288 casos suspeitos da doença e 109 mortes confirmadas. Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde confirmou, na última semana, 379 casos de febre amarela e 132 pessoas mortas pela doença.

Se você programa uma viagem para locais com risco da doença, procure uma unidade de saúde e vacine-se. Se você já tomou as duas doses da vacina, é considerado imune e não precisa da aplicação de outra dose. Mas se ainda não foi imunizado, o ideal é que você receba a vacina 10 dias antes da viagem. A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza a vacina contra a febre amarela em todos os postos de saúde de Belo Horizonte.

Aproveite para conferir se você possui vacinas em atraso e atualize a sua carteira de vacinação. Vamos orar para que essa doença seja controlada e não atinja nossas cidades e vamos cuidar de nossa saúde, um bem tão precioso que o Senhor nos deu.

SOBRE: A transmissão para o ser humano acontece quando ele é picado por um mosquito infectado em áreas florestais. Em áreas urbanas, o Aedes aegypti pode ser um transmissor, se picar uma pessoa com a doença. Os sintomas são: febre alta, calafrios, dor muscular, dor de cabeça, náuseas e vômito. Se você esteve em locais de risco e tem esses sintomas, procure uma unidade de saúde.

Fonte: Ministério da Saúde, Fiocruz

Aqui na Oitava Igreja nós contamos com um ministério que está de prontidão durante os cultos, para possíveis ocorrências de saúde. Se você precisar de um atendimento enquanto estiver nas programações da igreja, procure a equipe de profissionais da saúde do Ministério Monte Sinai.

Candidíase: prevenir ou tratar!

27
jun
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

A candidíase é uma infecção causada por um fungo chamado Candida Albicans.  Esse tipo de fungo vive no exterior do corpo humano e na natureza, sem causar transtornos em circunstâncias normais. No entanto, em certas condições especiais, quando o sistema imunológico está fraco, o organismo não consegue combatê-los, permitindo sua multiplicação desordenada. É o caso dos idosos, pacientes com doenças graves ou indivíduos imunossuprimidos, quando pode atingir órgãos internos e provocar infecção generalizada e grave.

O uso prolongado de antibióticos também é causa de candidíase, por provocarem danos na flora intestinal, responsável pelo controle desses fungos. A alimentação também pode ser responsável pelo aparecimento de candidíase. Uma dieta rica em açúcares e carboidratos fornece ao fungo a energia que ele precisa para crescer e se multiplicar. Por outro lado, uma alimentação mais rica em vegetais, vitaminas e minerais, impede os mesmos de se multiplicarem.

Normalmente, as áreas corporais mais atacadas por esses fungos, nos adultos, são as partes mais úmidas e vulneráveis como a região genital (principalmente na vagina), zonas de pele sensível (axilas, pescoço e virilha), a boca, lábios e ânus. Os bebês podem sofrer infecções de candidíase generalizadas, ou seja, em quase todo o corpo, sendo que inicialmente surgem na boca (conhecido como sapinho). Os sinais mais comuns para essa doença são: corrimento vaginal esbranquiçado (tipo coalho de leite) ou placas esbranquiçadas na boca e no ânus, coceira muito forte, escoriações e coloração avermelhada do órgão afetado. Para diagnóstico da candidíase é necessário um exame clínico com o médico.

O tratamento costuma ser bem simples e deve ser indicado por um médico especialista. Além disso, é recomendado o uso de roupas intimas de algodão e confortáveis, evitar alimentos muito açucarados e só fazer uso de antibióticos mediante prescrição médica.

Cuide bem do seu corpo pois ele é o Templo do Espírito Santo!

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.com.br

Desenvolvimento do bebê de 0 a 6 meses de vida

16
jul
  • blog
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

A cada fase do desenvolvimento do bebê são esperadas novas habilidades sendo que há uma ordem de acontecimentos, pois toda criança só passará para a fase seguinte, após dominar a anterior.

Diante disso os pais devem aprender a conhecer a individualidade de sua criança, oferecendo estímulos adequados nas áreas da coordenação motora, visão, linguagem, interação com pessoas e objetos, reconhecimento de som e vozes e observando seu retorno / respostas. Apesar de existir alguns padrões de normalidade para cada etapa desse processo, algumas crianças conseguem adquirir as habilidades antes ou depois, ou seja, não há padrões absolutos de respostas. Seguem algumas características mais comuns:

1 MÊS: Observa atentamente um rosto à distância de 20-30 cm. De bruços levanta a cabeça só um pouquinho por 2-3 segundos.

2 MESES: Sorri em resposta a um estímulo e interage com as brincadeiras esboçando reações visíveis. Aprende a levar as mãos à boca.

3 MESES: Sustenta melhor a cabeça. De bruços eleva o tronco até 90°, com apoio nos braços. Já dá sorrisos ruidosos.

4 MESES: Sentado a cabeça fica bem firme, mas ainda dobra o tronco e cai para os lados. Tenta rolar e virar de lado.

5 MESES: Sentado o tronco está mais firme e tomba menos, mas inclina para a frente. Leva tudo à boca: mãos , pés e qualquer objeto que alcance.

6 MESES: Fica sentado sem suporte por longos períodos enquanto brinca. Imita sons de fala com consoantes (da,da, ma,ma, gu,gu etc).

(Fonte: Mães de Minas-SES/MG)

Lembre-se: Tudo que Deus fez, é perfeito e acontece no devido tempo: no corpo de uma tenra criança, o Espírito de Deus, já, ali habita. Por isso acompanhe seu desenvolvimento e cuide muito bem de seu bebê!

Como cuidar da pele durante o inverno?

25
Maio
  • blog
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

No inverno a umidade do ar diminui, as temperaturas ficam mais baixas e a transpiração corporal fica menor. Está na hora de tomar cuidado com sua pele seja homem, mulher ou criança. Para tal, a Sociedade Brasileira de Dermatologia dá algumas recomendações muito importantes:

– Beba no mínimo 2 litros de água por dia (também serve sucos naturais e chás);

– Alimente-se com alimentos ricos em vitaminas, proteínas e frutas diariamente pois eles ajudam a nutrir as camadas da nossa pele. Dê preferência a vegetais como brócolis, repolho, cenoura (rica em caroteno), frutas como laranja, mexerica, acerola e alimentos antioxidantes como castanhas, nozes e amêndoas;

– Não tome banhos demorados e muito quentes pois isso reduz a oleosidade natural da pele e consequentemente a umidade dela, aumentando os ressecamentos e até aparecimento de fissuras, principalmente na pele de idosos;

– Não se ensaboe e esfregue demais com buchas duras e evite sabonetes coloridos. Os brancos são os mais neutros e aconselháveis para proteger a pele;

– Faça uso constante de cremes hidratantes logo após o banho e passe-os na pele dentro do banheiro pois aquele vapor pós-banho ajuda na penetração do creme na pele;

– Para o rosto, mãos e pés use cremes específicos e não se esqueça dos lábios que ressecam mais facilmente no inverno;

– Mesmo o sol não aparecendo não deixe de usar o protetor solar diariamente

O Ministério Monte Sinai está à disposição para orientar você e sua família nas questões de saúde e lembre-se que seu corpo é o templo do Espírito Santo e merece todo cuidado!

Será sinusite?

20
Maio
  • blog
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

Sinusite significa uma inflamação dos seios da face que são cavidades ao redor do nariz, maçãs do rosto e olhos. A alergia, gripes e resfriados, mudança brusca de temperatura,desvio de septo, infecção bacteriana, viral e baixa de imunidade, podem causar o inchaço da mucosa nasal e aumento das secreções e,estas por sua vez , obstruem a drenagem dos seios da face, causando congestão dos mesmos e daí surge a sinusite.

Os sintomas da sinusite aguda incluem congestão nasal, corrimento nasal amarelado ou esverdeado, dor de cabeça, dor na arcada dentária superior, dor em volta dos olhos, sensação de pressão quando se abaixa a cabeça, ouvidos entupidos, tosse (principalmente noturna), hálito ruim, diminuição do paladar e do olfato.É comum a presença de dor quando fazemos pressão, com os dedos, sobre a testa e em volta do nariz.

O tratamento deve ser indicado por um médico pois haverá necessidade do uso de medicamentos específicos. A cavidade nasal deve também ser umidecida e lavada com soro fisiológico, mantendo-as limpas e hidratadas. Ingerir muito líquido como água, sucos e chás, evitar ambientes fechados sem ventilação e afastar as possíveis causas de alergia como mofo, poeira dentre outros, também é muito importante.

Na presença de sintomas como esses procure ajuda médica e lembre-se: Cuide sempre do seu corpo, pois ele é o Templo do Espírito Santo!

Campanha de Vacinação contra Influenza

11
Maio
  • blog
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

No próximo sábado o Ministério da Saúde dará início à vacinação contra a gripe Influenza, de origem viral, cujas complicações graves podem até levar a morte. Assim a vacina estará disponível, em todos os centros de saúde da região metropolitana, gratuitamente, para as pessoas consideradas grupos de risco a saber: adultos com 60 anos ou mais, crianças menores de 5 anos, gestantes, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, trabalhadores da área de saúde dentre outros que apresentem condições clínicas especiais.

A transmissão do vírus se dá por meio de secreções das vias respiratórias eliminadas por pessoas contaminadas ao falar, tossir ou espirrar ou através de mãos ou objetos contaminados quando entram em contato com a boca, olhos e nariz.

A melhor opção é a prevenção da Influenza mantendo uma boa imunidade: fazendo uso de dieta saudável; reforço na ingestão de água, sucos e chás; atividade física regular; sono salutar; evitar ambientes fechados e sem ventilação natural e manter a higiene das mãos e dos objetos de uso individual.

O Ministério Monte Sinai está sempre à disposição para orientar você e sua família nas questões de Saúde.

Cuide-se: Deus tem grandes propósitos para sua vida!

Hipertensão

05
Maio
  • blog
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) ou “pressão alta” é uma das doenças mais prevalentes no mundo inteiro, sobretudo no ocidente. Estima-se que nos EUA quase 30% da população adulta sofre de hipertensão.

No Brasil a HAS é a maior causa de mortalidade estre os indivíduos com mais de 40 anos. Além disto o país gasta centenas de milhões de reais tratando da HAS e suas complicações como infarto, derrame cerebral e insuficiência renal.

O tratamento da Hipertensão Arterial (pressão alta) é feito com uso de medicamentos e também com outras medidas igualmente importantes. Confira a seguir:

– A dieta adequada é fundamental para o sucesso do tratamento;

– Diminuir o consumo de sal faz toda diferença no controle da doença;

– Evitar ingerir sal em pó (aquele do saleiro), além de derivados do leite, conservas , enlatados e embutidos (salame, presunto, etc.) ajuda a manter a pressão em níveis seguros;

Médicos e nutricionistas devem ser consultados para orientação especializada e eficaz. Se você tem mais de 40 anos ou parentes próximos com pressão alta, procure seu médico. A Hipertensão não tem cura mas pode ser controlada.

Mais informações: montesinai@oitavaigreja.com.br  |  (31) 3449-8600

Como cuidar dos ouvidos

17
mar
  • blog
  • Sem categoria
  • Nenhum comentário

– COTONETE: Não deve ser utilizado, pois pode empurrar a cera para dentro do conduto auditivo e formar rolhas que entopem e diminuem a audição. Eles ainda podem causar lacerações no conduto auditivo interno propiciando infecções ou provocando o rompimento da membrana do tímpano. Utilize apenas a ponta da toalha, logo após o banho e nunca introduza objetos pontiagudos (chaves, grampos de cabelo) nos ouvidos. Não os utilize nem mesmo para coçar o ouvido! – SOM: Evite o uso de fones de ouvido com volumes elevados e também ficar próximo de fontes de som alto como trios elétricos, sirenes, queima de fogos, caixas de som em shows, pois podem causar perdas auditivas irreversíveis ou piorar alguma doença já existente. Se você trabalha frequentemente e por longos períodos junto à ruídos intensos, utilize protetores auriculares e realize periodicamente o exame de audiometria. – BARULHO NO OUVIDO: também chamado de zumbido, é uma das queixas mais comum, principalmente em idosos e pode indicar perda da audição. Na ocorrência desse sintoma procure um médico para avaliação especializada. – DOR DE OUVIDO: A primeira coisa a se fazer é a utilização de compressas quentes. Caso o sintoma persista, procure um médico. Não use soluções e nem remédios caseiros (óleos, cera de vela ou qualquer outra substância) e nem lavagens no ouvido. Na presença de infecção ou perfuração do tímpano, não molhe a orelha em hipótese alguma. – CUIDADO COM CRIANÇAS: Redobre o cuidado com as crianças, em se tratando de objetos pequenos, peças de brinquedos dentre outros, pois elas facilmente os colocam na orelha, nariz ou boca. Ocorrendo dificuldade auditiva, dor ou incômodo, zumbidos e infecção procure um Otorrinolaringologista, que é o médico especialista em ouvido, nariz e garganta !